Uma passagem retirada de um novo livro sobre George Martin, produtor dos Beatles, explora o processo de gravação da clássica “Hey Jude”. A obra é o segundo volume da série Sound Pictures, foi escrita por Kenneth Womack e se chama The Life of Beatles Producer George Martin — The Later Years, 1966 – 2016. O lançamento está previsto para 4 de setembro.

“‘Hey Jude’ começou como uma das canções mais longas dos Beatles”, diz a passagem. “Quando estávamos gravando a música, achei que estava muito comprida. Era basicamente uma música do Paul [McCartney], e eu não conseguia entender onde ele queria chegar repetindo as mesmas notas. Mas é claro que se tornou algo hipnotizante”, relembrou Martin.

LEIA TAMBÉM:
Paul McCartney faz uma retrospectiva dos Beatles no “Carpool Karaoke”

Depois, o livro revela que Paul não aceitou sugestões de George Harrison sobre o rumo dos acordes da guitarra principal. “Pessoalmente, achei que a nossa liberdade musical estava sendo restringida nos últimos discos, principalmente por Paul”, observou o músico, em entrevista registrada no livro. “Paul tinha uma ideia fixa sobre como ele queria gravar as músicas. Ele não estava aberto às sugestões de ninguém.” É possível ler a passagem na íntegra e em inglês aqui.

Categorias: Notícias